FAO destaca atuação da Embrapa para o alcance dos ODS

Prêmio 2022 Champion Award foi entregue ao diretor de Gestão Institucional, Tiago Ferreira em Roma
Prêmio 2022 Champion Award foi entregue ao diretor de Gestão Institucional, Tiago Ferreira em Roma

No dia 13 de junho, a Embrapa e seus empregados receberam o reconhecimento da FAO por sua contribuição à Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). O Prêmio 2022 Champion Award é considerado o mais alto prêmio corporativo mundial concedido pela FAO, em reconhecimento à contribuição significativa e notável para o avanço dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030. Enquanto a Embrapa recebeu o Champion Award, as outras duas instituições presentes na cerimônia compartilharam o recebimento do Partnership Award.

Acesse o release da FAO sobre a cerimônia em Roma

Confira o álbum de fotografias da cerimônia

O diretor-executivo de Gestão Institucional da Empresa, Tiago Toledo Ferreira, recebeu o prêmio das mãos do diretor-geral da FAO em Roma, QU Dongyu: “é uma honra para a Embrapa ser premiada como Campeã 2021-2022 pela FAO, parceira prestigiosa e de longa data. Estamos unidos nos esforços para acabar com a fome e a pobreza. Agradeço a toda a equipe de profissionais e parceiros da Embrapa por trabalhar arduamente para trazer inovações sustentáveis ​​para a agricultura brasileira e mundial. Este prêmio sinaliza que estamos no caminho certo para cumprir a Agenda 2030”, afirmou em seu discurso de agradecimento.

“A Embrapa é um grande símbolo do compromisso brasileiro com os pilares do desenvolvimento sustentável previstos na Agenda 2030. Há quase meio século, combate a insegurança alimentar usando as armas da ciência e da conservação da biodiversidade”. A afirmação foi feita pelo representante permanente do Brasil junto à Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), embaixador Fernando Abreu, em Roma, Itália.

Tiago Ferreira explicou ao público presente que a Empresa articula uma rede de 1100 empregados, em seus 43 centros de pesquisa, localizado em todo o território nacional, trabalhando com os 17 ODS. Como um importante resultado desta articulação, a Empresa saltou de 140 tecnologias alinhadas a 81 metas dos 17 ODS, em 2021, para 156 tecnologias alinhadas a 131 metas ODS, em 2022, o que vem contribuindo para o alcance brasileiro dos pilares da Agenda 2030.

“As tecnologias da Embrapa, baseadas em pilares econômicos, sociais e ambientais, foram fundamentais para promover um sistema de produção agrícola que proteja o meio ambiente e alimente o mundo. O Brasil preserva ou protege mais de 66% de seu território e alimenta mais de 800 milhões de pessoas, exportando para mais de 200 países”, destacou o diretor.

“Problemas globais exigem soluções globais e a Embrapa construiu uma forte rede de cooperação internacional para buscar soluções conjuntas para enfrentar desafios como pobreza, fome, descarbonização e agricultura sustentável. Acreditamos na cooperação global”, complementou.

No agradecimento, Tiago Ferreira enfatizou que o trabalho de inscrição ao prêmio foi mérito de um grupo de dez mulheres empregadas de nove centros de pesquisa da Embrapa. “Trabalhamos 24 horas por dia, sete dias da semana, em busca de soluções tecnológicas que contribuam para a redução da fome e da pobreza e das desigualdades, tanto no Brasil, quanto no mundo”.

Para o embaixador Fernando Abreu, é um orgulho para o Brasil contar com uma instituição formada por milhares de cientistas qualificados, que trazem sua expertise para o desenvolvimento de tecnologias que beneficiam não só a sociedade brasileira, mas também grande parte do mundo tropical. “Como consequência desse compromisso, a Embrapa dá uma valiosa contribuição para a oferta e a resiliência do mercado global de alimentos e é participante ativa do programa de cooperação Sul-Sul realizado pelo Brasil”, destacou.

A Embrapa recebeu o prêmio Prêmio 2022 Champion Award. Receberam o prêmio “PartnershipAward” as seguintes organizações: Foudations for Farmining, do Zimbábue; e Wageningen University and Research, da Holanda.

Participaram da cerimônia o diretor Tiago Toledo Ferreira e o coordenador do Labex Europa, Vinícius Guimarães. A cerimônia foi transmitida ao vivo pela FAO internacional e a gravação será disponibilizada em breve.

Contribuições de destaque da Embrapa para a segurança alimentar e nutricional apresentadas para o Prêmio

São exemplos de alinhamento e contribuição para o alcance dos 17 ODS:  o programa de Biofortificação de Alimentos, que já atendeu mais de 46 mil famílias em situação de vulnerabilidade social; o Projeto Bem Diverso, iniciativa conjunta da Embrapa com o PNUD, reconhecido pelas Nações Unidas, em 2020, como boa prática, capacitando mais de 3 mil agroextrativistas, técnicos e pequenos agricultores em tecnologias de manejo, restauração de ecossistemas, comercialização e políticas públicas. Destacam-se também nesta direção o projeto Quintais Orgânicos de Frutas que levou à implantação de 2.476 quintais, em 238 municípios, com 413.845 árvores plantadas, alcançando cerca de 71 mil beneficiários quilombolas, indígenas, agricultores familiares e assentados da reforma agrária.

Outro exemplo é o projeto Sisteminha Embrapa (Sistema Integrado para Produção de Alimentos), implementado em diferentes estados do Brasil e também na África. Outras duas importantes contribuições da Embrapa para a segurança alimentar são as tecnologias aplicadas na Agricultura de Baixo Carbono (ABC) e o Projeto Integrado da Amazônia, executado por 14 centros de pesquisa da Embrapa, atuando na redução do desmatamento e da degradação ambiental, com ações junto a comunidades tradicionais, com recursos do Fundo Amazônia e do BNDES.

Saiba mais:

Embrapa recebe prêmio internacional da FAO por sua contribuição à Agenda 2030

Visite a página da Embrapa com as contribuições para o alcance da Agenda 2030

Conheça o Prêmio 2022 Champion Award

Acesse o site da FAO internacional

Secretaria de Inteligência e Relações Estratégicas (SIRE) da Embrapa

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *