BioFORT realiza ações com biofortificação no Haiti

 

A Embrapa Agroindústria de Alimentos (Rio de Janeiro, RJ) coordena atividades de biofortificação na América Latina e Caribe desde 2012 e, junto ao HarvestPlus-CIAT, realiza ações no Haiti, introduzindo variedades de mandioca e batata-doce com maiores níveis de pró-vitamina A. O objetivo do projeto no Haiti, iniciado em 2016 e concluído em 2018, foi aumentar a capacidade do país em melhoramento convencional de mandioca e batata-doce, assim como estabelecer capacidade de análise de carotenóides com uso de espectrofotômetro, assim como pelos métodos iCheck e NIRS portátil.

Em setembro de 2017, o furacão Irma atingiu o país, dificultando a comunicação entre parceiros e ocasionando perdas de material. Já no segundo semestre de 2018, a crise política no Haiti inviabilizou a realização dos workshops planejados.

 

Apesar das dificuldades, foram conduzidos treinamentos e desenvolvidos manuais de produção de mudas em condições de segurança fitossanitária em espanhol, francês, inglês e português. Também foram conduzidos treinamentos em análise de carotenóides e feita a recomendação teórica para a implementação de sistema de monitoramento e avaliação de modo a garantir o controle de qualidade das análises realizadas. Adicionalmente, a casa de vegetação de Les Cayes foi recuperada com o auxílio de fundos do MarketPlace.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *